Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não Sei Por Onde Começar

Tópicos não programados mas actuais e com algum interesse. Atreve-te!

Não Sei Por Onde Começar

Tópicos não programados mas actuais e com algum interesse. Atreve-te!

Ter | 30.10.18

Vou só até ali e já venho...mas volto, não se livram assim de mim!!

Ana Silva

Como já tinha dito em post anterior, vou viajar nos próximos dias.

 

Irei estar ausente do mundo "blogesférico" por cerca de uma semana (não sei se vou aguentar) e prometo que venho super cheia de novidades que não vão dar apenas para um post!

Depois aí vão-se fartar de mim porque pelo menos num dia conto fazer 2 post.

 

A aventura começa com a casa nova, passa por Malta e termina novamente na casa nova.

Espero vir repleta de aventuras e curiosidades para vos contar!

 

Não me deixem que eu prometo não vos desiludir com as peripécias passadas durante a minha ausência.

 

Combinado?

 

bbbbbbbbbbbbb.jpg

Imagem retirada daqui

 

Seg | 29.10.18

As mudanças e as saudades de ter a nossa casinha #3

Ana Silva

Tercero episódeo da saga "As mudanças e as saudades de ter a nossa casinha":

E já foi a escritura da casa "velha" na passada 6ª feira!

 

Amanhã será a escritura da casa "nova" e não podia estar mais entusiasmada!

Quando ao final do dia tiver a chave na mão e entrar nela pela primeira vez como nossa...meu Deus, nem quero pensar!

 

Sabem aquelas borboletas na barriga que não param quietas? É como me sinto neste momento.

Pareço uma criança que sabe que vai ter um brinquedo e que está desejosa para o abrir.

É normal, não é? Digam que sim só para eu não parecer uma pita maluca !

 

Borboletas-no-estomago.jpeg

 Imagem retirada daqui

Seg | 29.10.18

Quando fazem destaque do que escreves! #2

Ana Silva

Pronto...lá vou eu mais uma vez armar-me em miúda histérica e dizer que mais uma vez um dos meus posts ficaram em destaque.

 

Sabe bem começar segundas-feiras assim.
Sabe bem ver que afinal alguém ainda lê as palermices que ando para aqui a escrever.

 

Os diversos comentários que tenho recebido, significa que alguém lê o que escrevo e dá vontade de comentar. Que o que escrevo é no mínimo interessante que vos faz comentar.

Ah e as subscrições também tem aumentado de dia-para-dia. Então aí nem sei como vos agradecer.

 

Vou tentar não vos desiludir e continuar a deitar cá para fora as minhas ideias, pensamentos e afins.

Obrigada por ficarem.

Obrigada por lerem.

Obrigada por comentarem.

 

Obrigada pelo destaque mais uma vez!

 

Sem Título.png

 

Sex | 26.10.18

O verdadeiro poder do tempo e da vontade

Ana Silva

Imagem tirada daqui

 

Sou daquelas pessoas que quando começa uma coisa não gosta de de desistir dela e vou até ao fim.

É rara a decisão que tomo que depois me arrependa.

 

Quando terminei a faculdade (há cinco anos) disse que não queria voltar a estudar. Que tinha estudado toda a vida e que estava farta até porque não tinha encontrado nenhum mestrado que me tivesse apaixonado, que me prendesse a atenção.

Depois disso, acabei por fazer uma pós-graduação (que se diga de passagem não me serviu de nada) e mais uma vez disse o mesmo: "que tinha estudado toda a vida e que estava farta"!

Ainda estive cerca de dois anos parada quando vi a oportunidade de fazer um estágio na área que gostava. Que finalmente ia completar este ciclo que depois sim, podia dizer que tinha chegado ao fim. De uma vez por todas!

 

Decidi assim avançar com o mestrado e o mesmo começou em Outubro de 2016.

São cerca de dois anos e até que foi mais ou menos pacifico. Apenas chumbei a duas cadeiras, que tive de repetir exames, mas acabei por conseguir passar. Cheguei ao segundo e último ano sem nada em atraso e pronta para começar a minha tese.

Mas não foi bem assim. Supostamente temos um semestre ainda com aulas para nos ensinarem a fazer a dita cuja, mas depois o outro semestre estás por conta própria e deves fazer a tua investigação.

A verdade é que deixei andar. As regras na minha faculdade é que devemos entregar uma proposta de tema que vai para aprovação e depois aí começamos a trabalhar.

Pelos vistos as regras são assim apenas para algumas pessoas. A dita aprovação chegou com 6 meses de atraso e assim está a minha tese. Era suposto ter entregue a mesma no dia 15 de Outubro e a minha está longe de estar acabada.

A desculpa que dou a minha mesma é a falta de tempo, mas a verdade é a falta de tempo misturada com uma boa dose de vontade.

 

Quando me apercebo da situação faço promessa a mim mesma de que a queria entregar até ao final do mês de Outubro. Mais uma que foi quebrada.

O pior disto tudo é que tenho de continuar a pagar as propinas para uma instituição que nunca me ajudou em nada.

 

Mas uma coisa vos digo: agora que cheguei até aqui não vou desistir. Não irei ficar a meio quando o fim está mais próximo daquilo que imagino!

 

Qui | 25.10.18

Aqueles dias do mês em que te apetece #1

Ana Silva

Bater em toda a gente.

 

Sabem aquela fase em que não vos apetece olhar para ninguém e ficar simplesmente na vossa?

Aquela fase em que não querem falar com ninguém mas é quando decidem que vocês existem e que querem e querem falar até mais não?

Quando não vos apetece mostrar os dentes mas se não o fizerem estão a perguntar de cinco-em-cinco minutos o que vocês têm?

 

Há dias em que nem a mim mesma me apetece ver, quanto mais aos outros.

 

sleee.jpg

 Imagem retirada daqui

Pág. 1/4